Inscrições para a 35ª edição da Oficina de Música de Curitiba acontecem até o dia 10

Por Alessandra Rosa Stahsefski, Giulia Gaio e Juliane Fürbringer*

Nesta segunda-feira (13), foi realizada a reunião para a confirmação oficial da 35ª edição da Oficina de Música de Curitiba, evento tradicional na cidade, com repercussão nacional. As inscrições online estão abertas até o dia 10 de dezembro. O evento será realizado entre 27 de janeiro e 8 de fevereiro de 2018, tendo como sede principal a PUC (Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

A realização da Oficina é um evento promovido pela prefeitura com o apoio do ICAC (Instituto Curitiba de Arte e Cultura) e da Fundação Cultural de Curitiba. Além disso, esta edição contará com a parceria da Caixa, da Itaipu Binacional e da UNESPAR (Universidade Estadual do Paraná), que ficará responsável por emitir os certificados de extensão para os participantes das oficinas.

A Oficina é um dos principais eventos de formação cultural no país justamente por ter sido pioneira nesse ramo, afirmou Marino Galvão Jr., diretor-executivo do ICAC. Além disso, o diretor relatou o reconhecimento cultural que o evento gera na cidade justamente por se manter há mais de 30 anos. As oficinas serão direcionadas, principalmente, aos estudantes de música e oferece grande oportunidades de conhecimento nessa área, além do contato com professores reconhecidos nesse ramo. A próxima edição terá algumas novidades como cursos simultâneos entre música erudita e popular brasileira, projetados para proporcionar uma sinergia maior entre os alunos e músicos de ambos os estilos musicais. A programação conta com nomes nacionais e internacionais da música.  Continuar lendo

Apresentação musical muda o cotidiano da universidade

Por Nicollie Vargas

Na última quinta-feira (01), uma apresentação musical aconteceu no pátio da sede centro da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), com a participação do músico Sávio Araújo, cujo nome artístico é Zé Smith. Professor de cenografia do Departamento de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o artista veio à capital paranaense para participar do “II Seminário de Design Cênico: Elementos Visuais e Sonoros de cena”. Sua apresentação, aos que estavam na UTFPR, alterou o cotidiano da universidade.

zé smith.png

Sávio Araújo em apresentação musical na UTFPR (Foto: Nicollie Vargas)

A apresentação ocorreu devido ao seminário de Design Cênico, que ocorreu na universidade entre os dias 31 de maio e 3 de junho. A organização estava sob responsabilidade do professor do Departamento Acadêmico de Desenho Industrial (DADIN), Ismael Scheffler. Segundo o professor, o seminário tinha como objetivo discutir e trabalhar as questões relativas dos aspectos visuais e sonoros do espetáculo.  Continuar lendo

Ney Matogrosso retorna a Curitiba com a turnê Atento aos Sinais

Por Pilar Browne

Aos seus 75 anos, Ney Matogrosso reencontra o público curitibano neste sábado (03) às 21h no Teatro Guaíra (Praça Santos Andrade s/nº). O show da turnê Atento aos Sinais será realizado pela quarta vez em Curitiba, com um repertório voltado para o pop rock. De acordo com a divulgação, trata-se de um espetáculo com figurinos “salientes e com pouca roupa”, todos assinados pelo estilista Ocimar Versolato (parceiro de Ney desde 1994). 

ney

Ney Matogrosso – Atento aos sinais (Fonte: Canal do YouTube do cantor)

Continuar lendo

Pedreira Paulo Leminski: um recomeço

Imagem

Phelipe Heinzen / Rondineli Oliveira (*)

Um dos principais pontos turísticos de Curitiba está de volta. Palco de grandes shows do cenário musical e cultural da cidade, a Pedreira Paulo Leminski, fechada desde março de 2008, por conta de uma ação do Ministério Público, recebeu no início de janeiro a liberação do juiz da 4ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, Eduardo Lourenço Bana, para reabrir e receber grandes shows.

A Pedreira havia sido interditada por conta de problemas apontados pelo MP-PR, e antes que houvesse a liberação por parte da Justiça, o local teve que passar por uma série de melhorias e por uma readequação completa do espaço.

A responsabilidade, tanto pelas obras, quanto pela administração do espaço, deixou de ser da Prefeitura, e passou a ser da empresa privada DC Set Eventos, que além da Pedreira, também administrará a Ópera de Arame e o Parque Náutico do Iguaçu. Continuar lendo