Atléticas da UTFPR participam do Comunica Beach 2016

Anneliége Hessel, Igor Pagliuso, Itana Sued,

Leonardo Sousa e Tariana Zacariotti (*)

Aconteceu no último feriado prolongado (12,13 e 14) o Comunica Beach 2016, evento que reúne diversas atléticas do Paraná e de Santa Catarina (em alguns casos de outros estados também) para realização dos jogos universitários. Contando com os esportes: futebol de areia (masculino e feminino), futevôlei (masculino), vôlei de praia (masculino e feminino), dodgeball (masculino e feminino) e bets (misto).

comunica1

Fundado em 2008, o Comunica Beach passou por Caiobá (PR), Ferrugem (SC), Mariscal (SC) e Florianópolis, e chegou a Governador Celso Ramos, em Santa Catarina um de seus mais belos destinos para reunir os jogos e as festas.  A edição de 2016 contou com a maior integração das atléticas da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), foram mais de 100 pessoas, juntando as três atléticas: Metralhas (Administração), Matilha (Educação Física) e AAADEC (Design e Comunicação)

Continuar lendo

UTFPR ficou em terceiro lugar no criativo CSC

Simone Adams (*)

Creatice Soccer Challenge (CSC) é um desafio criativo, promovido pela Redhook School para os estudantes universitários das áreas de Publicidade e Propaganda, Marketing, Jornalismo, Design, Relações Públicas, RTV, Artes Visuais, Produção Multimídia e outros, no qual a equipe precisa criar materiais para um time de futebol amador.

A equipe GP WSV, com o time Buzzers, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) ficou em terceiro lugar geral do evento, depois de ter alcançado o primeiro lugar na disputa interna da própria universidade.

Continuar lendo

O que são os eSports?

Paulo Mance (*)

Equipe brasileira celebrando o título do campeonato “ESL Cologne 2016” que aconteceu na Alemanha, os brasileiros levaram para casa a premiação de 500 mil dólares. Fonte: https://goo.gl/VMRH3m

Equipe brasileira celebrando o título do campeonato “ESL Cologne 2016” que aconteceu na Alemanha, os brasileiros levaram para casa a premiação de 500 mil dólares. Fonte: https://goo.gl/VMRH3m

Você já ouviu falar sobre eSports? Esportes eletrônicos ou Ciberesportes. São estas algumas das expressões utilizadas para se referir a esta modalidade de esportes que está conquistando cada vez mais espaço no Brasil e no mundo.

Uma categoria esportiva em que os profissionais competem nos videogames, isto mesmo. Atualmente, há uma infinidade de jogos que possuem este cenário competitivo, dentre estes, os mais populares são: Counter-Strike, DotA 2, League of Legends e Starcraft. Continuar lendo

Disputas acirradas marcam Copa AAADEC 2016

Igor Pagliuso (*)

copa-aaadecReprodução Facebook

A Associação Acadêmica Atlética de Design e Comunicação (AAADEC), da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, realizou no último domingo (9) mais uma edição da Copa AAADEC, evento esportivo que tem como proposta a participação de atléticas de diferentes cursos e universidades para disputarem um campeonato de futsal nas categorias masculino e feminino.  Realizada no Clube da Bola, que fica localizado na Rua Francisco Nunes, 110, das 9h às 16h, o evento foi grandioso.

A edição do último domingo foi a segunda Copa AAADEC, mas antes o campeonato se chamava Copa AAASMA, referente ao antigo nome da atlética que representa os alunos de Comunicação e Design da UTFPR, ao total foram realizadas 4 edições e a deste ano foi um sucesso, pois contou com um número maior de participantes, mostrando que este campeonato é conhecido entre as universidades e muito aguardado durante o ano todo.

Continuar lendo

Entidades atléticas, o outro lado da vida acadêmica

TEXTO DE OPINIÃO

Kamila Silva (*)

Quando falamos de universidade sempre pensamos na parte do estudo, das provas, dos trabalhos, seminários, entre outros. Sabemos que tudo isso é importante para que possamos concluir a vida acadêmica com êxito no tempo esperado. Quando ingressei na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) pude conhecer o outro lado da vida acadêmica, e entender o funcionamento das entidades atléticas.

A atlética está presente dentro de uma faculdade/curso para representar seus alunos em assuntos esportivos como copas, jogos universitários e campeonatos. Para estudantes que não se identificam com a parte desportiva são oferecidos também festas e trabalhos sociais.

Muitas pessoas acham que fazer parte de uma atlética é só festa ou simplesmente acham que é só um passatempo para quem está ali. Por trás das festas, jogos e ações existe grande engajamento, compromisso e trabalho por parte dos membros da entidade, para que a maioria dos alunos do curso se sinta representada.

Continuar lendo

Copa UTFPR de futsal continua neste sábado

Kamila Silva (*)

Este sábado (24), no Clube da Bola Curitiba, acontece o segundo dia de fase de grupos da Copa UTFPR de Futsal organizada pelo Diretório Acadêmico de Engenharia Elétrica e Automação & Controle (DAACEL). A ideia do campeonato surgiu quando Eduardo Adamoski entrou no diretório em 2015 e decidiu organizar esta primeira edição da Copa. A competição é destinada a todos os alunos da graduação, ensino técnico e aos servidores. O evento teve como organizadores também os centros acadêmicos de vários cursos e as atléticas.

copa

Continuar lendo

Shopping de Curitiba lança pista de hoverboard

Jessica Maranho (*)

O Shopping Estação inaugurou, na última sexta-feira (16), o Teen Lounge, uma pista para andar de hoverboard, em uma área de 120 metros quadrados. Febre entre os famosos, o hoverboard se assemelha a um skate flutuante, porém é necessário um pouco mais de equilíbrio para se manter em pé sobre o brinquedo.

Capaz de ir para trás e para frente e fazer curvas em 360º, o equipamento funciona com um conjunto de motores elétricos e com um par de rodas, em contato com o chão o tempo todo, bem diferente daquele skates flutuante do filme De Volta para o Futuro.

Continuar lendo

Na cifra dos bilhões

TEXTO DE OPINIÃO

Lucas Ken (*)

Não há de se negar que os Jogos Olímpicos são uma grande festa. Ser o país sede de um dos maiores eventos esportivos do mundo é de se orgulhar. Entretanto, faltando um pouco mais de um mês para os jogos, estamos caminhando a passos de tartaruga para realizar um evento digno de lembrança.

O principal ponto são as obras. Na Copa do Mundo de 2014, o investimento para construção e melhoria de estádios, infraestrutura de aeroportos e rodoviárias, adaptação de cidades e tantas outras mudanças, somou cerca de 25,5 bilhões de reais – é assustador!

Continuar lendo

CONSUMO: Elas vão dominar os estádios

A presença da mulher nos espaços da sociedade tem sido cada vez mais expressiva. Ela se tornou mais importante a partir de meados do século XX, quando passou a se impor em áreas dominadas pelos homens, como os estádios. Mesmo hoje, com toda a discussão sobre igualdade de direitos, o campo de futebol é um local que abriga ainda um público majoritariamente masculino, devido a questões culturais e históricas no país.

As mulheres estão mais presentes não apenas nas arquibancadas, mas gramados, atuando na arbitragem, no jornalismo esportivo e como jogadoras. Em 1991, a FIFA realizou a primeira edição da Copa do Mundo voltada para a modalidade feminina, distribuindo os mesmos prêmios que são destinados à categoria masculina. Continuar lendo

It’s Timeee!

TEXTO DE OPINIÃO

Lucas Ken (*)

Este foi o grito que embalou o fim de semana de milhares de brasileiros. E para quem diz que Curitiba é uma cidade fria e pouco receptora, o UFC 198 foi a prova contrária. Em um evento de sucesso, a cidade recebeu com classe o terceiro maior público de toda a história do UFC – e que público!

Já na pesagem, realizada um dia antes da luta, a plateia compareceu em peso. Fiquei surpreso ao saber que Curitiba levou para casa o surpreendente  recorde de maior público da história do UFC em uma pesagem. Foram cerca de 15 mil fãs eufóricos, urrando em coro palavras de apoio aos brasileiros que iriam lutar. Era somente uma prévia do que estava por vir.

No dia da tão aguardada luta: exaltação! Esta é a palavra pra descrever meu sentimento no momento que vi aquele batalhão. Nada menos que 45 mil pessoas lotaram a Arena da Baixada, local escolhido pela organização para receber o evento. Só não venderam mais ingressos porque não tinha mais espaço. O estádio ficou pequeno para tanta gente.

Continuar lendo