Campeonato Paranaense de cara nova

Janaína Lopes

O Campeonato Paranaense tem novo regulamento em 2018. A última alteração foi em 2014, quando os 12 clubes jogavam todos contra si, em turno único, com os oito melhores passando para o mata-mata, em jogos de ida e volta. Na época, o regulamento foi modificado para diminuir o número de datas que caiu de 24 para 17. Desta vez, o total de partidas foi mantido, mas pode cair para 15 datas caso um mesmo time ganhe os dois turnos. Continuar lendo

Anúncios

Acesso das organizadas por biometria pode ser implementado em 2018

Por Amanda Correia, Ketlyn Nicole e Maria Beatriz Azzi

Em outubro (27/10), durante o seminário “Todos juntos contra a violência”, na sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), no Rio de Janeiro, o procurador-geral do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) Felipe Bevilacqua anunciou que a partir de 2018 as torcidas organizadas terão acesso aos estádios através do sistema biométrico e contarão com um espaço específico apenas para os cadastrados. A utilização do sistema biométrico estará prevista no Regulamento Geral de Competições da CBF, sendo obrigatório para todos os jogos organizados pela entidade a partir do ano que vem.

A discussão sobre a segurança nos estádios e o controle do acesso é uma pauta recorrente, que percorre outras instâncias. Uma das iniciativas é o projeto de Lei n°272/ 2017, de autoria do Senador Telmário Mota (PTB/RR), que pretende tornar a utilização do sistema biométrico obrigatório para torcedores a partir dos dezesseis anos, em estádios com capacidade de dez mil pessoas ou mais. O projeto tramita na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado e, no último dia 23, chegou às mãos do Senador José Medeiros (PODE/MT), que analisará e fará o relato da proposta na comissão.

No âmbito estadual, também há iniciativas legislativas. Na Alep (Assembleia Legislativa do Paraná), a deputada estadual Maria Victória Barros (PP) também apresentou um projeto de lei que pretende tornar obrigatório o uso do sistema biométrico, além do uso das câmeras em todas as áreas dos estádios no Paraná. A proposta da deputada tem o apoio de Mario Celso Petraglia, ex-presidente do Clube Atlético Paranaense, e de Mauro Holzmann, diretor de marketing do clube. O Atlético foi o primeiro time a implantar o sistema de biometrias nos estádios de Curitiba. A inauguração ocorreu no dia 10 de setembro de 2017, em um clássico contra o Coritiba.
Continuar lendo

Atléticas da UTFPR participam do Comunica Beach 2016

Anneliége Hessel, Igor Pagliuso, Itana Sued,

Leonardo Sousa e Tariana Zacariotti (*)

Aconteceu no último feriado prolongado (12,13 e 14) o Comunica Beach 2016, evento que reúne diversas atléticas do Paraná e de Santa Catarina (em alguns casos de outros estados também) para realização dos jogos universitários. Contando com os esportes: futebol de areia (masculino e feminino), futevôlei (masculino), vôlei de praia (masculino e feminino), dodgeball (masculino e feminino) e bets (misto).

comunica1

Fundado em 2008, o Comunica Beach passou por Caiobá (PR), Ferrugem (SC), Mariscal (SC) e Florianópolis, e chegou a Governador Celso Ramos, em Santa Catarina um de seus mais belos destinos para reunir os jogos e as festas.  A edição de 2016 contou com a maior integração das atléticas da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), foram mais de 100 pessoas, juntando as três atléticas: Metralhas (Administração), Matilha (Educação Física) e AAADEC (Design e Comunicação)

Continuar lendo

UTFPR ficou em terceiro lugar no criativo CSC

Simone Adams (*)

Creatice Soccer Challenge (CSC) é um desafio criativo, promovido pela Redhook School para os estudantes universitários das áreas de Publicidade e Propaganda, Marketing, Jornalismo, Design, Relações Públicas, RTV, Artes Visuais, Produção Multimídia e outros, no qual a equipe precisa criar materiais para um time de futebol amador.

A equipe GP WSV, com o time Buzzers, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) ficou em terceiro lugar geral do evento, depois de ter alcançado o primeiro lugar na disputa interna da própria universidade.

Continuar lendo

O que são os eSports?

Paulo Mance (*)

Equipe brasileira celebrando o título do campeonato “ESL Cologne 2016” que aconteceu na Alemanha, os brasileiros levaram para casa a premiação de 500 mil dólares. Fonte: https://goo.gl/VMRH3m

Equipe brasileira celebrando o título do campeonato “ESL Cologne 2016” que aconteceu na Alemanha, os brasileiros levaram para casa a premiação de 500 mil dólares. Fonte: https://goo.gl/VMRH3m

Você já ouviu falar sobre eSports? Esportes eletrônicos ou Ciberesportes. São estas algumas das expressões utilizadas para se referir a esta modalidade de esportes que está conquistando cada vez mais espaço no Brasil e no mundo.

Uma categoria esportiva em que os profissionais competem nos videogames, isto mesmo. Atualmente, há uma infinidade de jogos que possuem este cenário competitivo, dentre estes, os mais populares são: Counter-Strike, DotA 2, League of Legends e Starcraft. Continuar lendo

Disputas acirradas marcam Copa AAADEC 2016

Igor Pagliuso (*)

copa-aaadecReprodução Facebook

A Associação Acadêmica Atlética de Design e Comunicação (AAADEC), da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, realizou no último domingo (9) mais uma edição da Copa AAADEC, evento esportivo que tem como proposta a participação de atléticas de diferentes cursos e universidades para disputarem um campeonato de futsal nas categorias masculino e feminino.  Realizada no Clube da Bola, que fica localizado na Rua Francisco Nunes, 110, das 9h às 16h, o evento foi grandioso.

A edição do último domingo foi a segunda Copa AAADEC, mas antes o campeonato se chamava Copa AAASMA, referente ao antigo nome da atlética que representa os alunos de Comunicação e Design da UTFPR, ao total foram realizadas 4 edições e a deste ano foi um sucesso, pois contou com um número maior de participantes, mostrando que este campeonato é conhecido entre as universidades e muito aguardado durante o ano todo.

Continuar lendo

Entidades atléticas, o outro lado da vida acadêmica

TEXTO DE OPINIÃO

Kamila Silva (*)

Quando falamos de universidade sempre pensamos na parte do estudo, das provas, dos trabalhos, seminários, entre outros. Sabemos que tudo isso é importante para que possamos concluir a vida acadêmica com êxito no tempo esperado. Quando ingressei na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) pude conhecer o outro lado da vida acadêmica, e entender o funcionamento das entidades atléticas.

A atlética está presente dentro de uma faculdade/curso para representar seus alunos em assuntos esportivos como copas, jogos universitários e campeonatos. Para estudantes que não se identificam com a parte desportiva são oferecidos também festas e trabalhos sociais.

Muitas pessoas acham que fazer parte de uma atlética é só festa ou simplesmente acham que é só um passatempo para quem está ali. Por trás das festas, jogos e ações existe grande engajamento, compromisso e trabalho por parte dos membros da entidade, para que a maioria dos alunos do curso se sinta representada.

Continuar lendo

Copa UTFPR de futsal continua neste sábado

Kamila Silva (*)

Este sábado (24), no Clube da Bola Curitiba, acontece o segundo dia de fase de grupos da Copa UTFPR de Futsal organizada pelo Diretório Acadêmico de Engenharia Elétrica e Automação & Controle (DAACEL). A ideia do campeonato surgiu quando Eduardo Adamoski entrou no diretório em 2015 e decidiu organizar esta primeira edição da Copa. A competição é destinada a todos os alunos da graduação, ensino técnico e aos servidores. O evento teve como organizadores também os centros acadêmicos de vários cursos e as atléticas.

copa

Continuar lendo

Shopping de Curitiba lança pista de hoverboard

Jessica Maranho (*)

O Shopping Estação inaugurou, na última sexta-feira (16), o Teen Lounge, uma pista para andar de hoverboard, em uma área de 120 metros quadrados. Febre entre os famosos, o hoverboard se assemelha a um skate flutuante, porém é necessário um pouco mais de equilíbrio para se manter em pé sobre o brinquedo.

Capaz de ir para trás e para frente e fazer curvas em 360º, o equipamento funciona com um conjunto de motores elétricos e com um par de rodas, em contato com o chão o tempo todo, bem diferente daquele skates flutuante do filme De Volta para o Futuro.

Continuar lendo

Na cifra dos bilhões

TEXTO DE OPINIÃO

Lucas Ken (*)

Não há de se negar que os Jogos Olímpicos são uma grande festa. Ser o país sede de um dos maiores eventos esportivos do mundo é de se orgulhar. Entretanto, faltando um pouco mais de um mês para os jogos, estamos caminhando a passos de tartaruga para realizar um evento digno de lembrança.

O principal ponto são as obras. Na Copa do Mundo de 2014, o investimento para construção e melhoria de estádios, infraestrutura de aeroportos e rodoviárias, adaptação de cidades e tantas outras mudanças, somou cerca de 25,5 bilhões de reais – é assustador!

Continuar lendo