4º Festival de Blues de Antonina é adiado e será realizado dia 6 de julho

A banda de blues Red Foot já confirmou presença no festival – Foto: Divulgação/Facebook Red Foot

Gustavo Fonseca

Devido à paralisação dos caminhoneiros do mês de maio, a quarta edição do Festival de Blues de Antonina chegará à cidade com nova data e nova programação. O evento, que antes seria realizado de 31 de maio a 3 de junho, precisou ser prorrogado para o período de 6 a 8 de julho.

Deitada à beira do mar, a aproximadamente 80 km de distância da capital paranaense, Antonina é uma cidade conhecida por sua gastronomia, sua arquitetura histórica e por suas belas paisagens. Com grandes eventos ao longo do ano, como o tradicional carnaval de rua e o Festival de Inverno realizado pela Universidade Federal do Paraná, o turismo e a cultura figuram entre os elementos fundamentais para o seu desenvolvimento.

Foi pensando em fomentar ainda mais o fluxo de turistas que o Festival de Blues teve sua primeira edição no ano de 2015, contando apenas com o apoio financeiro de alguns comerciantes que ajudaram a custear cachês e despesas das bandas.

Agora, caminhando para a quarta edição, o Festival já conta com um público muito maior do que o do primeiro evento, e os desafios financeiros se tornam mais presentes. A solução para que as atrações continuem gratuitas foi iniciar um programa de arrecadação online pela plataforma Kickante, site que disponibiliza a popular “vaquinha” de forma totalmente digital. As contribuições podem ser feitas a partir de R$20 e, dependendo do valor escolhido, garantem recompensas como camisetas, canecas, adesivos e até mesmo menções nos materiais oficiais do Festival.

Greve dos caminhoneiros

Além dos custos já previstos, os organizadores tiveram o orçamento do evento impactado pelas paralisações dos caminhoneiros ao final do mês de maio. Com mercados e postos de combustíveis desabastecidos, o evento precisou ser postergado e algumas bandas que já haviam confirmado presença precisaram desmarcar os shows por conflitos em suas agendas.

Marcos Maranhão, empresário que faz parte da organização do evento, lamentou que os custos das atrações internacionais que possuíam um determinado cachê e valor de diárias em hotéis, precisaram ser aumentados para que os músicos pudessem permanecer no país até julho, mas garante que há um grande empenho em manter a qualidade do evento.

“A logística mudou completamente, ficou impossível mantermos a data original, nosso esforço agora é manter a programação com músicos de qualidade e boas ofertas de alimentação pelos food trucks que virão para a cidade durante o Festival”, diz Maranhão.

Quem também sentiu o impacto das mobilizações e da alteração do calendário foi o empresário Tony Bruinjé, proprietário de um dos restaurantes mais tradicionais da cidade. O comerciante havia encomendado uma grande quantidade de frutos do mar e preparado um estoque de bebidas que só será usado na nova data estipulada.

“Infelizmente tivemos que cancelar o pedido com os pescadores locais, então foi frustrante para nós, para a comunidade que vive da pesca e para os turistas também que, mesmo com a greve, vieram para a cidade. O foco agora é nos prepararmos para a nova data”, diz Bruinjé.

Confira a programação do festival em https://pt-br.facebook.com/antoninabluesfestival/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s