A fabulosa criação teatral do coletivo Casa Selvática

Atores durante apresentação da peça Cabaret Macchina – Foto:  Luis Felipe Gama Barros

Luis Felipe Gama Barros 

Conhecido por conter repertórios repletos de performances teatrais em tons de protestos, com figurinos ousados e nada convencionais, o coletivo Casa Selvática, que completa seis anos em 2018, promove um espetáculo que recria uma espécie de cabaré de rua e outras linguagens teatrais em que o coletivo se especializou.

A peça de teatro Cabaret Macchina tem quase duas horas de duração, e mescla atuações performáticas, corpos marchando, danças inusitadas, sons remixados que remetem ao caos e gritos de protesto de uma sociedade futurista que clama por democracia e liberdade.

Os atores ocuparam e movimentaram-se por praticamente todo o espaço do pátio da Universidade Federal do Paraná (reitoria), onde o espetáculo foi apresentado. Para isso, foi necessário a utilização de microfones, o que só intensificou as interpretações ora poéticas, ora irônicas, em intensidades que tomaram o formato de manifestação.

Através da obra do dramaturgo alemão Heiner Müller, a Casa Selvática reuniu pela primeira vez todos os integrantes do coletivo para que pudessem atuar no Cabaret Macchina.

Para a atriz e cantora lírica convidada Annanda Samarine, trabalhar com a Selvática foi de grande aprendizado em razão de diversos fatores: “Não é uma companhia de teatro tradicional, é um coletivo, e é bem claro que os processos ocorrem de forma horizontal – particularmente me sinto mais à vontade desse modo, a criatividade encontra um solo mais fértil não estando submetida a hierarquias”.

Além disso, segundo ela, as temáticas abordadas e a dinâmica do espetáculo permitem que o público não seja apenas um espectador, mas que ele também crie ao longo da apresentação, ressalta.

A direção é de Roberto Nolasco e dramaturgia de Francisco Mallmann e Leonarda Glück (a partir da obra de Heiner Müller).

O espetáculo, que teve sua estreia em fevereiro, durante o Festival de Curitiba, já passou por várias localidades de Curitiba. As últimas apresentações aconteceram no período de 7 a 10 de junho na Praça Rui Barbosa. O coletivo pretende estender as apresentações, inclusive para outros estados do Brasil.

Outras informações acessar o site: http://www.selvatica.art.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s