UTFPR recebe atividades da 17ª Jornada de Agroecologia


Representantes de diversas entidade sobem ao palco para comemorar a abertura do seminário

Texto e foto: Hannah Sarah Moraes

A UTFPR recebeu, na sexta-feira (8), o “Seminário de Articulação de Redes de Economia Solidária Campo-Cidade”, encontro que faz parte da 17° Jornada de Agroecologia. O evento foi organizado pelo Centro de Formação Urbano Rural Irmã Araujo – Cefuria, pelas redes/empreendimentos de Economia Solidária e pela Tecsol – Incubadora de Economia Solidária da UTFPR.

O seminário é resultado de uma demanda que surgiu na 16° Jornada de Agroecologia na Lapa (PR) sobre a necessidade de organizar os empreendimentos solidários e consolidar um Rede Estadual de Economia Solidária. Teve como objetivo debater formas para fortalecer a rede, pensando coletivamente em soluções para os desafios e assim enfrentar o mercado, levantando a bandeira da união como estratégia para sobrevivência. 

Vanda de Assis, representante do Cefuria e umas das vozes que conduziram o seminário, falou sobre a importância da busca pela autogestão, que é uma prática usada nos grupos de produção solidária que têm resistido há muitos anos.  Essa sobrevivência só foi possível com colaboração, solidariedade, afeto, respeito, amor e outras formas de se relacionar.

Também foram destacados os valores da Economia Solidária: trabalho humanizado; solidariedade; consumo ético; cooperação; autogestão; sustentabilidade; e comércio justo.

Vanda reforça que, além da promoção de espaços de comercialização e formação técnica, a Economia Solidária promove discursos políticos e sociais. Há muitas outras questões envolvidas. Uma rede articulada possibilita geração de renda, fortalecimento de uma sociedade justa que valorize e construa a soberania alimentar, que respeite o meio ambiente e as pessoas, construindo a sustentabilidade, por meio de uma transformação coletiva.

17ª Jornada de Agroecologia

Entre os dias 6 e 9 de junho acontece no centro de Curitiba a 17° Jornada de Agroecologia. A programação conta com seminários, conferências, oficinas, atrações culturais, pratos típicos da região com a “Culinária da terra” e a feira agroecológicas dos produtores da região sul, com ótimos alimentos e livres de veneno, além de diversos produtos dos artesões que também estão juntos nessa luta.

Para saber mais sobre a Jornada: http://www.jornadaagroecologia.com.br/?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s