Tricolor ajeita o salão, mas a festa é corinthiana

Emanuelle Brizola 

Apesar de ter subido para a série A do Campeonato Brasileiro no final de 2017, as coisas para o Paraná Clube não andam nada fáceis. Este ano, ainda não alcançou nenhuma vitória, e já figura na parte inferior das classificações da competição mais importante do futebol brasileiro. Apesar disso, a torcida se mantém otimista e apoiando integralmente a equipe, posicionamento que garantiu o recorde de público na Arena da Baixada (casa do rival Atlético Paranaense) em outubro de 2017 –  totalizando 39.414 espectadores na vitória por 1 x 0 contra o Internacional. O estímulo conseguiu levantar o time como os torcedores queriam, mas está sendo penoso se manter na série A.

pr clb

A última partida, realizada no domingo (21), trazia muita esperança para a galera paranista. Tratava-se do primeiro jogo em casa, na Vila Capanema, em Curitiba. Pelas redes sociais, as manifestações foram impactantes: virais, fortes e com mensagem de conteúdo. Com a hashtag #vaiserloko, o Paraná Clube iniciou uma campanha reforçando o valor do futebol paranaense, e criticando o favoritismo do eixo Rio-São Paulo no cenário do futebol brasileiro (vídeo completo aqui https://www.facebook.com/ParanaClube/videos/1928392213900497/). Dando outro sentido à ideia de loucura, o Tricolor da Vila associou o amor à loucura acima de tudo; e demonstrou que amor pela camisa não falta. Convocando seus fiéis escudeiros para a batalha, o clube encheu o estádio e mostrou sua determinação. O time em si, a equipe que estava em campo, porém, estava sem inspiração ofensiva; e a cada gol que tomava, o esforço pela vitória se tornava menor. Aos 24 minutos do primeiro tempo, o Corinthians abriu o placar com Rodriguinho, e o segundo gol foi dois minutos depois. Sidcley não deu tempo para o Paraná respirar. Na volta do intervalo, o Tricolor trocou o goleiro buscando a melhora. Porém, aos 33 minutos, Clayson marcou o terceiro; e finalmente, aos 40 minutos do segundo tempo, o volante Gabriel marcou o quarto gol do campeão paulista. Foi um atropelo. Ao mesmo tempo, a torcida manifestou apoio ao time sem perder a garra, mesmo depois da derrota, e continuou com a bela campanha nas redes sociais. Parece que o Paraná Clube está sofrendo com o baque da série A do Brasileirão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s