Oficina ressalta a importância do profissional de Comorg no Smart Branding

Reportagem: Kauhany Souza
Pauta: Thaiane Lago
Edição: Rafaela Teixeira


Na manhã da última segunda-feira (02), foi realizada a oficina de Smart Branding, ofertada no 21º ENCOM (Encontro de Comunicação com o Mercado). O evento, organizado pelo curso de Comorg (Comunicação Organizacional) da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), teve como tema “Empreendedorismo e Inovação”. A oficina conduzida por Carlos William Hara, consultor especialista em branding, foi oferecida como forma de capacitar brevemente os alunos a respeito do tema, definido como a gestão de uma marca desde a sua concepção até as ações de marketing cotidianas em uma empresa.

De acordo com o palestrante, William Hara, o curso de Publicidade e Propaganda parece se apropriar da execução do branding, mas isso não é limitado apenas a essa habilitação da comunicação. “Eu acho que todas as áreas, das humanas às ciências sociais, também fazem parte disso, pois o branding é muito mais estratégico do que só comunicação”, opina. Ele também afirma que todo o campo abrangido pelo curso de Comorg favorece muito o aluno em conteúdo teórico e prático para esse nicho de atuação, pois falta às empresas a comunicação eficaz com o público externo. “As marcas não são só desenhos, e nem só campanhas publicitárias. Sem profissionais como os da Comunicação Organizacional fica muito mais difícil de entender qual é a verdade e o propósito da organização para ela comunicar aquilo no processo de branding”, afirma Hara.

Para Cristiano Teixeira de Sousa, um dos organizadores do evento, o branding é uma área indispensável ao profissional de comunicação, que é o responsável pela definição da estratégia no âmbito dessa atividade na organização. Segundo ele, o tema foi escolhido com a intenção de expandir o leque de conhecimentos dos alunos. “A partir dessa premissa, decidimos aplicar a oficina pelo caráter mais prático e para demonstrar aos estudantes como a teoria pode ser aplicada com facilidade, já que nas oficinas, além de análise de cases e dinâmicas, os participantes aprendem fazendo”, afirma.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s