Oficina de grafite encerra II Semana Acadêmica de Comunicação na UTFPR

#COBERTURAESPECIAL #TAMBOR

Por Emanuelle Soares Brizola e Luciano Rizzi*

A oficina de estêncil e grafite encerrou a programação da II Semana Acadêmica de Comunicação da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), realizada entre os dias 25 e 27 de setembro de 2017. A Tambor – codinome dado ao evento – foi organizada por uma comissão de alunas e pela coordenação do curso de Comorg (Comunicação Organizacional), explorando o tema “Comunicação 360º”. A última oficina, realizada na noite desta quarta-feira (27) na universidade, foi ministrada por João Tarran, estudante do curso de Design na UTFPR.

Tarran, 21 anos, descreve o grafite como “arte urbana underground necessária contra a opressão imposta pela sociedade dominadora”. Segundo o estudante, a manifestação por meio do grafite deve ser vista como um movimento democrático e de liberdade de expressão nas ruas. “Além de ser expressão cultural, a arte busca trazer vida ao ambiente cinzento e concreto da cidade, e pode ser feita por qualquer um que queira transmitir uma mensagem”,  disse João Tarran. O responsável pela oficina também afirmou que a iniciativa também proporciona a troca de experiências e reflexões, por  permitir que a alguém expor seu ponto de vista diante do outro.  Como artista, incentivou aos alunos a pensar “fora da caixa” durante a atividade, expondo suas reflexões e questionando as convenções sociais – a materialização das ideias em um meio opressivo é um dos propósitos da arte urbana.

graf

Alunos de Comorg participam de oficina de grafite na Tambor – a II Semana Acadêmica de Comunicação na UTFPR (Foto: Divulgação/Organização da Tambor)

SUCESSO DA TAMBOR

No meio acadêmico, a oficina teve adesão significativa dos estudantes. Aluna de Comorg e integrante da comissão organizadora do evento, Thayna Bressan declarou que todo o trabalho valeu a pena e o retorno foi 100% positivo.  “O propósito da Semana Acadêmica é justamente trazer coisas de fora, que nós alunos não veríamos normalmente em sala de aula. Foi um desafio escolher o tema, pensamos bastante e tivemos várias ideias; escolhemos Comunicação 360° pela amplitude de conteúdos que se encaixam dentro disso”, afirmou. Thayna também ressalta que cada uma das três estudantes que compuseram a comissão organizadora tem perfil e interesses diferentes, o que trouxe a diversidade da programação. “Enquanto uma tem mais foco em gestão, outra se volta mais para criatividade”, exemplificou.

Segundo Elza Oliveira, coordenadora do curso de Comorg, o fato de ter sido organizada por um grupo de alunas, após um intervalo de mais de um ano sem que a realização de um evento similar, agrega relevância à Tambor. A professora Elza salientou o esforço das organizadoras perante o compromisso com o mais acertado para toda a comunidade acadêmica: a participação e o envolvimento dos alunos em atividades complementares e pertinentes ao curso. Para a coordenadora, a qualidade diferenciada da programação foi o que trouxe a adesão e participação ativa de grande parte dos alunos de comunicação. “Da parte da coordenação do curso, todo o reconhecimento às organizadoras atuais. Tenho a impressão de que houve sim envolvimento do público, e estou muito feliz por isso. A continuidade da realização da semana nos próximos anos tem apoio efetivo, pela categoria dos eventos e presença dos alunos, e a gente imagina que vai ser sucesso de novo”, declarou a professora Elza Oliveira.

*Os autores são estudantes do curso de Comunicação Organizacional da UTFPR

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s