Djalma: para além dos lanches

Conheça o dono do x-coxinha e da maionese mais comentados da UTFPR

#PERFIL

Por Luísa Sampaio

Curitibano de 59 anos, Djalma Telles de Menezes Filho é dono de uma das lanchonetes mais frequentadas pelos alunos da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O Djalma Lanches, criado em 1992 e localizado na Av. Sete de Setembro, é conhecido principalmente por sua maionese e o x-coxinha.

Djalma, a primeira vista aparenta ser uma pessoa séria, mas com o tempo esbanja simpatia e  gosto por conversar com seus clientes.  Antes de abrir o estabelecimento, trabalhou durante 10 anos no Banco do Estado do Paraná (BANESTADO) e em outra lanchonete do centro de Curitiba. Quando ficou desempregado e começou a passar por dificuldades, surgiu a ideia do Djalma Lanches, que desde o início foi apoiada por sua família. Sua maior dificuldade em ter um estabelecimento comercial foi a necessidade de saber administrar as finanças de um negócio próprio e  sua timidez, que diminuiu à medida que desenvolveu a habilidade de conversar com seus clientes. 

Com uma localização estratégica e um preço acessível aos universitários e moradores da região, a lanchonete tornou-se uma ótima opção de alimentação. Djalma não se preocupa com a concorrência ao lado e nem com propagandas, e acredita na importância da indicação daqueles que frequentam sua lanchonete, o chamado marketing “boca a boca”.

Seu sanduíche mais famoso, o x-coxinha, surgiu quando um aluno da UTFPR pediu à Djalma que colocasse um salgado dentro de um sanduíche, outras pessoas que estavam no momento aprovaram a combinação e também fizeram o pedido. E qual o segredo da maionese? Muitos clientes já fizeram essa pergunta ao dono da lanchonete. Seus ingredientes incluem azeite, ovo, sal e vinagre, mas a diferença se faz na consistência final. 

Como grande parte dos pequenos empresários brasileiros, atualmente a maior preocupação de Djalma é a crise econômica do país, que não tem previsão de melhora. Além disso, há o agravante de que alguns cursos da UTFPR estão sendo transferidos para sedes em outros bairros (Ecoville e CIC), logo, ele perde alguns de seus potenciais consumidores. No entanto, apesar das dificuldades, Djalma permanece otimista e contente, principalmente com as amizades que conquistou durante os anos. E então, vamos lanchar no Djalma hoje?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s