Viajar é preciso

TEXTO DE OPINIÃO

Tariana Zacariotti(*)

viajarFoto: Tariana Zacariotti

As pessoas estão muito preocupadas com seus afazeres, correrias para lá e para cá, dias inteiros presas em escritórios; papéis e mais papéis; textos e mais textos, uma preocupação seguida de outra. O estresse vai tomando conta a cada instante, consumindo a saúde mental da maioria dos que ficam em função exclusivamente de suas atividades de trabalho, e se esquecem de aproveitar a vida, dar espaço para o lazer e a arte.

O mundo possui mais de 190 países, divididos em sete continentes, e tem sido cada vez mais fácil ir explorar esses tantos lugares que existem em nossa Terra, basta se organizar e partir. Acredito que muitas pessoas não colocam viagens como suas prioridades, por acharem que é algo que gasta muito dinheiro e tempo, mas na visão da maioria dos viajantes, nada disso existe.

As facilidades estão cada vez mais aparentes, hoje existem inúmeras formas de viajar gastando pouco, muitas vezes menos do que as pessoas costumam gastar pagando seus aluguéis e comprando objetos que pouco utilizam.

Viajar não é questão de ter dinheiro sobrando, é questão de prioridades. O conhecimento que é possível se adquirir em viagens é imenso e muito diversificado. As culturas, línguas e pessoas têm muito a nos ensinar, e a melhor forma de conseguir aprender tudo isso é inovando, indo conhecer um novo lugar, com novos costumes e novas visões de mundo, que acabam por ampliar nossa própria visão de tudo que existe, nos fazendo ver na prática essa bagagem enorme de aprendizado que se pode ter quando há coragem e vontade de se jogar no mundo.

Tem sido frequente o abandono de trabalhos que estressam e desanimam, e as pessoas têm conseguido se manter viajando o mundo de inúmeras formas. Os empregos em que se trabalha viajando estão crescendo para a alegria dos viajantes de plantão, principalmente pelo fato de que o turismo tem melhorado em diversos países.

Para muitos, isso se parece um sonho, ou algo impossível, e para outros, é tão simples que já estão por aí sendo muito felizes e tendo experiências inigualáveis mundo à fora.

Viajar é aprender, é aproveitar cada instante e lugar para obter algo novo, e cada viagem guarda lembranças, fotos, amigos e muito mais. Só quem ama viajar entende o tamanho da alegria que é poder juntar “o útil ao agradável” e conseguir um emprego que faz viver com conforto e que proporciona novos destinos carimbados no passaporte. O mundo é muito grande para vivermos da casa para o trabalho e do trabalho para a casa, viajar é preciso!

viajar1Cerro Santa Lucía, Santiago – Chile. Foto: Tariana Zacariotti

(*) Aluna de Comunicação Organizacional da UTFPR

Anúncios

Um comentário sobre “Viajar é preciso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s