Cultura, gastronomia e tradição marcam o 26º Imin Matsuri

Leonardo Wollinger (*)

Aconteceu neste final de semana, no Expo Renault Barigui, o 26º Imin Matsuri, festival que celebra a vinda dos primeiros imigrantes japoneses ao Brasil, em 1908. Organizado anualmente pela Associação Cultural e Beneficente Nipo Brasileira de Curitiba, Nikkei Curitiba, este evento faz parte do calendário oficial da cidade e se caracteriza por ser uma das maiores festas da cultura japonesa do Paraná.

A chuva não atrapalhou os milhares de visitantes que lotaram o pavilhão do parque para passear, comprar nas lojinhas, fazer imersão na cultura japonesa, conferir apresentações culturais e se deliciar na praça de alimentação montada para o evento.

festival japones 1

Muitas nacionalidades e a admiração pela cultura japonesa no festival

GASTRONOMIA

O evento fez ainda mais sucesso pela sua variada gastronomia, e contou com uma grandiosa tenda onde o visitante podia experimentar uma das mais de 25 opções da gastronomia japonesa. Karê, Gyoza, Takoyaki, Sushi, Lamen, Tempurá e o tradicional Yakissoba eram algumas das delícias que puderam ser provadas por quem frequentou o espaço neste fim de semana.

.festival japones 2

Praça de alimentação

A fim de facilitar as transações durante o evento, o visitante podia adquirir fichas que eram a moeda oficial do Imin Matsuri. Com cardápios variados de preços bastante acessíveis, era possível experimentar todas as delícias na praça de alimentação sem enfrentar muitas filas.

festival japones 3png

Karen e Kassia Nakazawa com o dinheiro específico do evento.

CULTURA

As apresentações tiveram início no palco principal às 13h de sábado (18), e as atrações artísticas movimentaram o Imin Matsuri ao longo do dia. Bom odori (dança folclórica com a participação do público), yosakoi soran (dança moderna dos festivais do Japão), desfile de quimonos, cosplay, karaokê e as presenças especiais da renomada cantora Mariko Nakahira e do músico Yuzo Akahori foram alguns dos destaques. Oficinas culturais como Furoshiki (técnica de embrulho com lenço), de escrita japonesa e oficinas de mangá também puderam ser conferidas neste fim de semana.

Não só era possível perceber o orgulho estampado no semblante dos descendentes de japoneses como de inúmeros brasileiros envolvidos com o evento, seja como participantes dos grupos que se apresentaram ou como prestigiadores do Imin Matsuri. Para Jéssica Beker, acadêmica do curso de Comunicação Organizacional da UTFPR, entusiasta da cultura japonesa e integrante do grupo Wakaba Yosakoi Soran, eventos como este são muito importantes para fomentar a cultura japonesa no Brasil, que abriga a maior comunidade nipônica fora do Japão.

festival japones 4

Apresentação do grupo Wakaba Yosakoi Soran, na tarde de sábado (18)

Para mais informações a respeito do 26º Imin Matsuri e de outros eventos relacionados à cultura japonesa em Curitiba, acesse o site da Associação Nikkei Curitiba através do link: http://nikkeicuritiba.com.br/

(*) Estudante de Comunicação Organizacional da UTFPR

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s