A crise vista como oportunidade

TEXTO DE OPINIÃO

Mariany Baumgardt e Georgia Fernanda (*)

Todos os dias quando ligamos a TV ou abrimos o jornal nos deparamos com inúmeras notícias sobre a crise que o Brasil vem enfrentando. Intensifica-se o aumento de preços em diversos ramos e segmentos que sempre foram muito promissores e necessários para a população. A crise está tão forte que tem causado cortes não apenas nas futilidades, mas também redução no que essencial. Na grande maioria das vezes, as notícias acerca deste momento que o país vive são negativas, mas e se pensarmos de outra maneira? E se enxergarmos nesta crise uma grande oportunidade?

As oportunidades se encontram aonde menos imaginamos. Tem circulado na internet uma história conhecida como “O vendedor de sapatos” que descreve duas visões diferentes diante de uma situação complicada para vendas. Trata-se de uma indústria que resolveu exportar para a Índia, enviou dois de seus funcionários para avaliarem o potencial do então futuro mercado. Após alguns dias de pesquisa, os consultores mandaram suas conclusões para a direção da empresa.

Um dos consultores enviou um fax com a seguinte mensagem “Chefe, cancele a produção, pois aqui ninguém usa sapatos”. Sem saber do envio deste fax, o outro consultor fez a seguinte observação para a empresa: “Chefe, triplique a produção, pois aqui ninguém usa sapatos”. A diferença entre a primeira observação e a segunda é o foco no problema e o foco na solução, respectivamente.

É claro que a crise que o país enfrenta é muito maior e envolve muitas outras questões e que não seria justo comparar com a história, mas de acordo com o indicador Serasa Experian, a abertura de empresas cresceu 5,3% em 2015 com a elevação do desemprego. Segundo os pesquisadores, o aumento se deve tanto ao grande número de demissões no mercado, quanto pela menor burocracia para microempreendedores.

Além da questão da crise econômica, podemos usar a história do vendedor de sapatos também nos pequenos problemas que enfrentamos no nosso dia a dia, será que é tudo tão difícil? Ou será que a gente foca no problema ao invés de focar na solução?

 

(*) Estudantes de Comunicação Organizacional da UTFPR

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s