Os recordes de bilheteria estão de volta!

JW

Amanda Amorim e Estevam Mattar (*)

2015 tem se revelado  um ano de grandes reedições e lançamentos de blockbusters. A lista é extensa: Jurrassic Park, Mad Max, Quarteto Fantástico, 007, Star Wars, Vingadores e Jogos Vorazes.

O que chama atenção nessas  grandes estreias é o poder de atração que esses filmes têm sobre o público. No caso de Star Wars, por exemplo, a franquia já alcança a sua terceira geração, e continua com a mesma popularidade, senão maior. O mesmo pode se dizer de Mad Max. O filme, estrelado por Mel Gibson na sua primeira edição, levou ao cinema pais e filhos. Isso se deve ao grande sucesso alcançado no passado.

Alguns desses longas já bateram recordes de bilheteria, como Jurrassic World. Após 14 anos de intervalo, o quarto filme da lendária saga Jurrassic Park alcançou o posto de maior estreia de todos os tempos. A readaptação traz o parque temático de dinossauros aberto e com sucesso exponencial de público, porém não deixa de fazer uma série menções a trilogia que teve início em 1993.

Contos clássicos como Cinderela também tiveram espaço nas telonas. Além das franquias de super heróis, praticamente fórmulas para o sucesso, que emplacam um recorde atrás do outro. “Vingadores – A era de Ultron” se tornou o quinto filme mais assistido na história do cinema, atrás do primeiro filme da saga.

Velozes e Furiosos 7 ocupa a terceira posição. O sétimo filme da série é um caso a parte. A precoce morte em um acidente de carro de Paul Walker, um dos protagonistas, aguçou ainda mais a curiosidade dos espectadores. E fez com que está se tornasse a última oportunidade de fãs e curiosos de ver a dupla Dom (Vin Diesel) e Brian (Paul Walker) juntos em ação. A tragédia porém não pôs fim a saga e o próximo filme já está confirmado.

O retorno financeiro é o motivo mais plausível para a reedição ou continuação de grandes sucessos. No caso do Star Wars, especialistas acreditam que o sétimo filme da saga ocupará a 3ª posição geral de maior arrecadação, perdendo apenas para os sucessos de James Cameron: Titanic e Avatar, e ambos alcançaram U$2 bilhões de vendas no cinema.

Mas não é apenas nas salas de cinema que esses filmes arrecadam. Apenas nos produtos licenciados, em 2015, Star Wars ganhará aproximadamente U$3 bilhões, segundo o analista de mercado Benjamin Swinburne. Isso mostra que, apesar do mercado ser extremamente competitivo, abrange diversos gêneros e gerações, prontas para fazer de uma saga um verdadeiro sucesso.

(*) Alunos do CTCOM-UTFPR.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s