Eventos culturais de Natal ocorrem no Bosque do Papa

Dayse da Silva (*)

Grupo Folclórico Italo-Brasileiro de Santa Felicidade, uma das atrações do evento.

Grupo Folclórico Italo-Brasileiro de Santa Felicidade, uma das atrações do evento.

Curitiba se prepara para mais um Natal com eventos gratuitos e diversas atrações para quem passa a data na capital paranaense. A cidade já se tornou referência pelos espetáculos culturais que são levados à população nessa época do ano. Um exemplo disso é o Natal das Etnias, que acontece no próximo domingo, dia 14, no Memorial da Imigração Polonesa no Bosque João Paulo II.

O evento conta com a participação de diversos grupos folclóricos de Curitiba, que se dedicam para preservar e promover as características culturais referentes ao seu povo de origem. Durante todo o ano os grupos participam de festas típicas e ensaiam para apresentações e festivais. Para Rogério Flor, presidente da AINTEPAR, “O ponto mais importante do Natal das Etnias é a confraternização entre os grupos folclóricos, demonstrando para o público todo o trabalho realizado durante o decorrer do ano.” Essa é mais uma oportunidade para conhecer mais sobre a formação do nosso povo e as pessoas que trabalham para manter viva essa memória cultural.

Para a folclorista Laura Rigonato Oratz, o Natal das Etnias é um evento muito esperado pelos folcloristas, pois reúne a maioria dos grupos da AINTEPAR. “É muito legal participar mais uma vez de uma festa deste tamanho, podemos reencontrar amigos e compartilhar de tradições natalinas todos juntos. Para mim toda apresentação folclórica é importante, mas quando chega o fim do ano as emoções são mais fortes e se apresentar neste momento é realmente muito gratificante.”

Além da apresentação dos grupos folclóricos, o evento, já tradicional de Curitiba, reúne até o dia 31 de janeiro exposições de Presépios de Krakowia da Polônia (Castelos que foram gentilmente cedidos pelo Consulado geral da Polônia), e além disso, exposição com mais de 150 presépios de diversas regiões da Polônia de acervo particular e de artesãos e descendentes de poloneses. O presépio exposto aos visitantes possui tamanho natural e a entrada é gratuita.

 

Serviço – Natal das Etnias

Data: 14/12/2014

Local: Bosque João Paulo II / Memorial da Imigração Polonesa

Entrada Franca

Confira abaixo a lista dos grupos que se apresentam durante o evento:

nataldasetnias

 

História

A chegada dos imigrantes foi fundamental para definir o perfil de Curitiba, europeus, asiáticos, judeus, árabes e outros povos contribuíram na formação e na estrutura populacional, econômica, social e cultural da capital paranaense. Até o século 18, os habitantes da cidade eram índios, mamelucos, portugueses e espanhóis. Com a emancipação política do Paraná em 1854, a segunda metade do século 19 foi transformada pela imigração de europeus.

De acordo com os dados do portal da Prefeitura de Curitiba, segundo registros históricos, os primeiros imigrantes a se estabelecer em Curitiba foram alemães em 1833. Os poloneses chegaram em 1871 e hoje formam, em Curitiba, a maior colônia polonesa do Brasil. Em seguida, os italianos (1872) que alguns anos depois criaram a colônia Santa Felicidade. Anos mais tarde os ucranianos (1895) passaram a fazer parte da história de Curitiba e no século 20 chegaram os japoneses, sírios e libaneses.

 

(*) Ex-aluna do CTCOM-UTFPR e aluna do Curso de Extensão em Prática Jornalística.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s