“Sempre quis comunicação”

(*) Camila Cassins

10402037_4235481020625_7391886981295951469_n

Lígia Fumaneri tem apenas 19 anos, mas vem de uma longa trajetória em cursos de Comunicação, que começou no ensino médio. “Sempre soube que de um modo ou outro faria comunicação e decidi isso desde muito cedo. Então, quando comecei a ver onde estudaria no ensino médio, descobri que havia um curso técnico de Publicidade e Propaganda no Opet e acabei optando por ele”, explica.

Em seguida, ela cursou Marketing no Centro Europeu. Ao terminar o novo curso, escolheu como graduação o CTCOM, um velho conhecido:

“Foi pelo Opet que conheci o curso de Comunicação Institucional, os alunos da UTF iam divulgar os Encom’s e, sempre que possível, o nosso coordenador nos levava. Participei, junto com o Eduardo Spring (da minha sala do Opet e hoje da mesma turma minha na faculdade) de dois eventos: o 9º e o 10º (se não me engano) […]. Realmente gosto do curso. Entrei querendo coisas novas e tenho descoberto a cada semestre”.

O que mais a atrai no CTCOM é a possibilidade de conhecer várias áreas dentro da comunicação. Para a estudante, o curso tem melhorado a progressivamente. “Com certeza o melhor do nosso curso é que ele tá se modernizando, tá acompanhando o mercado e o interesse por ele só tem aumentado”, relata.

Logo que entrou no curso, se interessou pelo Centro Acadêmico (que ainda era o CACI, de Comunicação Institucional). “Entrei primeiro na AAASMA como trainee e foi lá que eu tive certeza que poderia ajudar”, conta Lígia, que reuniu um grupo de estudantes para reerguer o CA: “Com a entrada dos alunos do Bacharelado, percebemos a importância de manter os princípios do CACI, mas mudar o nome e a imagem, para que passasse a representar a todos”.

Hoje no 4º período, ela preside o Centro Acadêmico de Comunicação (CAC) desde a sua fundação, em março deste ano. Ela acredita que o trabalho tem mostrado resultados bem positivos.

Decidida também no campo profissional, a estudante já sabe que se encontra na publicidade e propaganda e no marketing. Desde que entrou no CTCOM, trabalha como efetiva em uma produtora de áudio:

 “Eu realmente gosto de trabalhar em uma produtora, a variedade que sempre existe nos diferentes trabalhos e a criatividade que tem de estar sempre a mil para conseguir acompanhar e sempre pensar em algo inovador que vá fazer o público dos clientes (no caso de marcas) e os fãs (no caso dos músicos) prestarem atenção no que estão ouvindo, são o motivo pelo qual sempre quis comunicação”.

 

Confira outros perfis já publicados:

Luciano Sasaki

Simone Martinhak

Aldebaran Campos

Greicieli Machado

Edelson Werlish

Fabio Marques

Alessandra Wobeto

 André Dea

Bárbara Malcut

Rodrigo Novinski

 

(*) Aluna do CTCOM-UTFPR.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s