Comunicação por esporte

Camila Cassins (*)

1798691_779924735360841_252004503470677027_n

Fabio Luiz Marques Junior entrou no CTCOM na turma do primeiro semestre de 2009. Escolheu o curso pelo mesmo motivo que alguns colegas: a possibilidade de ter noções em várias áreas da comunicação. Seu plano inicial era ser jornalista esportivo, “mas, ao ter contato com esse meio, foi decepcionante como as coisas funcionam. Aí, comecei a estudar mais o marketing e acabei unido as duas coisas”, explica. Isso porque, seja no trabalho ou na área acadêmica, sua relação com esportes é forte e vem de longe:

 

“Comecei com o futebol de campo aos 11 anos, como goleiro do Clube Atlético Boqueirão, campeão paranaense sub 12 na época. Aí, com 12, iniciei o Judô, onde fiquei até 2009, atingindo a faixa roxa (fui três vezes campeão paranaense). Por alguns motivos, comecei em 2010 o Muay Thai e o Jiu Jitsu, o que me rendeu três lutas de MMA amador (duas vitórias e uma derrota). Mas, atualmente, sigo apenas com o Jiu Jitsu, onde estou na faixa roxa e posso destacar meu terceiro lugar em 2013, no Internacional de Jiu Jitsu em Floripa e meus sete títulos paranaenses. Ah, também sou Linebacker calouro do time mais antigo de futebol americano do Brasil, o grande Curitiba Browb Spiders”.

 

Essa paixão sempre guiou o estudante. Há mais de dois anos o Fabio atua no Paraná Clube. Entrou em 2012 como estagiário e foi efetivado no mesmo ano. Hoje, atua como analista de marketing do futebol profissional do time. É responsável pelo relacionamento com patrocinadores, planejamento de campanhas, organização de eventos e novos projetos, e quer continuar assim. “Pretendo contribuir o máximo que puder com a instituição Paraná Clube e evoluir profissionalmente até chegar no limite: quando eu perceber que fiz tudo que poderia ter feito, buscarei novos desafios profissionais. Mas, por enquanto, tenho várias metas a cumprir aqui dentro”, conta.

Para Fabio, suas realizações no trabalho resultam da formação acadêmica sólida que recebeu. “Tudo que realizo no meu trabalho foi aprendido em sala de aula. Claro que algumas coisas tive que aprender por conta, porém o auxílio de todos os professores foi essencial para a minha formação como profissional.”.

Fora do campo profissional, dizem que ele é de todas as turmas, mas isso não o incomoda. O estudante promete que, quando aparecer “situação de aluno formado” em seu sistema, fará a maior festa rave do estado do “Paranã” e uma especialização nas áreas de marketing e publicidade. “Penso em fazer vários cursos na área e me tornar um profissional cada vez mais completo”, explica o estudante. E tudo isso deve ocorrer logo, pois ele mentaliza: “eu quero, eu posso, eu sei que sou capaz”.

Dentro do curso, a paixão pelo esporte também falou alto e Fabio atuou na fundação a atlética do curso, a AAASMA. “A gente sempre quis fundar uma atlética. Depois de muita insistência, dissociamos a secretaria de esportes do Caci (antiga sigla do Centro Acadêmico, hoje CAC) pra fundarmos a AAASMA”, relata.

Para ele, os melhores momentos no curso estão associados à atlética, e ocorreram fora da universidade, “com o pessoal que eu conheci na UTFPR e se tornaram grandes amigos meus. Amigos que levarei pra vida toda”. Ele enfatiza as viagens para competir em jogos universitários:

1524692_662555327129282_1813097822_n

 “dentre todas elas, acho que a que mais marcou pra mim foi o título geral que ganhamos pelo curso (antes da criação da atlética) em 2009. Vencemos o futebol de areia masculino e feminino, o vôlei feminino e o surf masculino (perdemos apenas o vôlei masculino e o surf feminino). A estrela que a AAASMA carrega em seu escudo é a representação deste título geral e tenho o maior orgulho em dizer que fiz parte desta história”.

 

Mas não pensem que é só o esporte que está na vida do estudante, Fabio conta que também é baixista, “mas por diversão mesmo”.

 

Esse perfil faz parte da série de miniperfis em homenagem aos 10 anos do Curso de Tecnologia em Comunicação Institucional (CTCOM). Confira outros perfis já publicados:

Luciano Sasaki

Simone Martinhak

Aldebaran Campos

Greicieli Machado

Edelson Werlish

 

(*) Aluna do CTCOM-UTFPR.

Um comentário sobre “Comunicação por esporte

  1. Pingback: Comunicação Institucional, sim! | AG Comunique

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s