Novos rumos

Camila Cassins (*)

 

10649857_193518757485288_3584685149391390373_n

Começa aqui uma série de miniperfis de estudantes que passaram pelo Curso de Tecnologia em Comunicação Institucional (CTCOM). O CTCOM completa 10 anos em 2014, com suas últimas turmas. Sua existência se deu por motivação de professores de língua portuguesa, antes mesmo de idealizarem o curso de Licenciatura em Letras, no que ainda era o Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET). Seu nascimento fez deste o primeiro curso de humanidades a ser ofertado na instituição.

A transição para o bacharelado em Comunicação Organizacional teve início no primeiro semestre de 2014, conforme calendário acadêmico, com a entrada da primeira turma do bacharelado. Camilo Catto, atual coordenador dos cursos de comunicação, explicou, no evento de comemoração dos 10 anos do CTCOM, que a transição de tecnologia para bacharelado foi um processo natural, devido à evolução que o curso teve nesta década e às necessidades do mercado.

Para encerrar este ciclo, nada como resgatar um pouco da memória de quem passou por este curso, e talvez, formado ou não, ainda continue por aqui. O que os trouxe e manteve na UTFPR?

 

Novos rumos

858893_10151791674481785_1230450448_oLuciano Massami Coli Sasaki, ou Loo (pronuncia-se “Lu”) Massami, é descendente de japoneses e italianos. Tem 29 anos e entrou no curso de Tecnologia em Comunicação Empresarial e Institucional (que depois tiraria o “empresarial” do nome) no 2º semestre de 2006.

A opção foi um tiro no escuro para alguém que já havia cursado dois anos de engenharia elétrica, mas que queria mesmo é saber de comunicação. “Não conhecia ninguém que estudava isso, mas resolvi conhecer da maneira mais direta possível: estudando”, conta Loo.
Apesar do risco, ele acabou gostando da tal Comunicação Institucional e Empresarial porque contemplava diversos segmentos da comunicação. De ruim, só a falta de disciplinas voltadas à prática de mercado, o que ele acredita que já foi solucionado. “A atual grade está diferente da que estudei e acredito que nesses 10 anos de CTCOM, essas adequações na grade curricular foram muito válidas para possibilitar uma atuação mais próxima dos alunos com a realidade do mercado”, explica.

O professor Marcelo Stein pode não se lembrar, mas foi em uma aula dele que estava a memória mais marcante do Luciano durante o curso. Isso porque ele foi elogiado em uma apresentação da disciplina de Tecnologia e Sociedade – “talvez não pelas minhas competências como orador, mas acredito pela qualidade dos meus slides” – e hoje coordena a concepção de apresentações corporativas da empresa onde trabalha. “O que considero como uma conquista teve suas origens ao final daquela apresentação no primeiro período”, revela o aluno.

Atualmente, o Loo está meio longe. Há quatro anos ele começou a trabalhar em uma agência de comunicação institucional em São Paulo, capital, com concepção, criação e produção de materiais institucionais (como folders, banners, comunicação visual de stands, feiras, apresentações corporativas, web, vídeos institucionais, etc). Ele conta que entrou como auxiliar e cresceu com os colegas do trabalho e também alguns cursos.

Mas se engana quem acha que esse fruto caiu longe do pé. Luciano ainda não é formado e retomou recentemente o TCC, sua única pendência com o curso. “Assim que me formar, pretendo iniciar uma especialização ou MBA”, ele planeja. No evento de 10 anos do CTCOM Loo compareceu e até almoçou um X-Montanha.

 

(*) Aluna do CTCOM-UTFPR

Um comentário sobre “Novos rumos

  1. Pingback: Comunicação Institucional, sim! | AG Comunique

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s