Inovando no conceito de festa universitária, primeira edição da Odisseia Alcoólica faz sucesso entre estudantes

Foto: Phelipe Heinzen

Foto: Phelipe Heinzen

 

Jamille Heirozo, Jessica Pizza e Walter Hegenberg (*)

 

No último sábado (23), foi realizada a Odisseia Alcóolica, festa que reuniu no Espaço Vicente, de forma inédita, uma organização feita por alunos dos cursos de Administração, Comunicação, Design e Sistemas de Informação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

O evento teve início às 23 horas na casa noturna, que fica na região central de Curitiba. A festa contou com cerca de 500 pessoas e teve atrações musicais para todos os gostos, desde o indie até o axé. Esse toque eclético chamou a atenção dos participantes, entre eles Jaqueline Borges, caloura de Comunicação Institucional. Para Jaqueline “a variedade de atrações, que fogem dos clássicos sertanejos e funks, somada ao conceito em cima da qual a festa foi elaborada, deram um toque diferente e especial à Odisseia”. A estudante também disse que a festa poderia ter durado mais, e que, sem dúvidas, o evento deve se repetir.

E é exatamente esse o plano dos idealizadores da festa: “repetir a dose”, melhorando a cada edição para tornar a Odisseia Alcoólica uma referência no meio acadêmico. De acordo com os integrantes da organização André Santini Filho, estudante de Comunicação Institucional, e Davi Felipe Rocha Carneiro, estudante de Administração, o propósito da Odisséia foi estabelecer um novo conceito de festa universitária, “com menos cara de cervejada, e mais estilo de balada”, contam.

Para muitos dos que estavam presentes na festa, o objetivo da organização foi alcançado. É o caso do estudante de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário FAE, Soren Henrique Boll. Segundo Boll, a festa se pareceu como as festas regulares encontradas na noite de Curitiba, e não somente uma festa universitária. É o que também achou a aluna de Comunicação Institucional da UTFPR, Ranna Emanuelle, que diz ter achado uma festa universitária diferente, em que tanto o local quanto as atrações eram “de nível superior”.

Após o evento, a organização preparou um breve questionário aos participantes, no qual podem destacar o que gostaram, assim como o que acreditam que precisa ser melhorado, contribuindo, dessa forma, para as próximas edições da festa.

 

(*) Alunos do CTCOM-UTFPR. Alunos do curso de extensão em prática jornalística.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s